Fotografar à noite já não é a coisa mais simples do mundo. Principalmente quando você é amador e não tem muitas noções. No reveillon desse ano estava na praia e fui me aventurar a fotografar o evento. Minha sorte é que a câmera digital permite ajustar a fotometria tirando um punhado de fotos-teste que, claro, saem praticamente todas pretas e as que apresentam alguma imagem saem borradas pela falta do tripé.

A exata hora da queima de fogos é o momento mais iluminado da noite. E a câmera em modo burst permite arriscar várias fotos literalmente no escuro na tentativa de encontrar um desenho legal dos fogos e uma posição boa das pessoas.

Shooting at night isn’t the easiest thing on Earth. Especially when you are an amateur and you are not quite familiar with photography. Last new year’s I was on the beach and I ventured to photographing it. Lucky me: digital cameras allow the user to adjust the metering by taking a handful of test-pics that will, of course, most of them result in black scenes, and those which actually have an image will be all blurred because of the lack of a tripod.

The exact moment of fireworks is the brightest moment in the night. The camera in burst mode allowed me to try several shots in the dark so I’d luckily get a nice design of the explosions and good people’s positioning.

Conseguir uma cena aceitável da queima de fogos depende totalmente da sorte / Getting an acceptable shoot from the fireworks depends entirely on luck

 

Anúncios