Tag Archive: diversão


Walking Dead

O dia de finados, que é uma homenagem aos mortos, é comemorado em alguns lugares do mundo na forma de uma marcha bem humorada de pessoas fantasiadas de mortos-vivos. A chamada Zombie Walk, originada nos Estados Unidos em 2001, chegou a São Paulo em 2006 e desde então, todo dia 2 de novembro milhares de pessoas se reúnem no centro da cidade para fazer uma marcha atrás de cérebros.

Marcha de zumbis no centro de São Paulo, passando sobre o Viaduto do Chá.

Os participantes não poupam recursos para montar suas fantasias. Sangue falso, máscaras, adereços dos mais variados, maquiagens, lentes de contato coloridas, e até mesmo metros e metros de gaze são usados!

 Acompanhei a turba no trajeto que sai da Praça do Patriarca, cruza o Viaduto do Chá, dá uma volta pelo centro da cidade e vai terminar no Vale do Anhangabaú.

De maneira geral as pessoas são comportadas e vão ao encontro para curtirem as fantasias e incorporarem seus personagens. Aqueles que mais investem nas fantasias fazem até questão de posar para fotos (o que facilitou bastante meu trabalho ali).

“Zumbis” posam para foto.

Participantes incorporam seus personagens durante o evento.

Carros, caminhões e ônibus são praticamente engolidos pela massa, e acabam “pintados” com o sangue falso. Muitos participantes, porém, passam um pouco dos limites. Portões de lojas e bancas, grades, telas, são alvo fácil de socos e chutes, apenas pelo prazer de fazer barulho e sujar bastante de vermelho, além de servirem de poses interessantes para os amigos com câmeras ou celulares.

Caminhão é engolido pela massa de zumbis, e sua lataria é pintada de sangue.

No fim das contas é um evento divertido. Muita bagunça, sujeira, gritos. Acompanhados de muita criatividade.

Nem o bebê escapou!

Zumbi “conquista” o telhado de uma banca de jornais.

Zombie Walk, site oficial: zombiewalksp.com

Anúncios

O Auditório Ibirapuera é bastante novo (foi inaugurado em 2005), mas apresenta grandes espetáculos. Tive a oportunidade de entrar lá e fotografar, a começar pelo hall de entrada, que tem uma obra de arte vermelha que mal cabe no campo visual, quem dirá numa fotografia.

The Auditorio Ibirapuera is new (opened for the public in 2005), but already hosts great shows. I had the opportunity of going in there to take some pictures, starting with the reception hall, in which a gigantic piece of artwork stands on the wall and barely fits the visual field, so it’s unlikely that it will fit in a single photograph.


O Parque Villa Lobos aos domingos costuma ser um inferno. Sol quente e MUITA GENTE. Por isso, se você quer aproveitar o parque sem passar nenhum aperto, acorde cedo e, quem sabe, você conseguirá estacionar o carro perto da entrada e, de quebra, ver algum evento.

Villa Lobos Park, on Sundays, is usually a hell of a place, under hot sun and REALLY CROWDED. If you want to enjoy the park with not many concerns , you should wake up really early so you may be able to park near one of the entrances and, who knows, be able to see some kind of event or parade in there.

Hoje em dia, com pistas planas e largas, o parque é um ótimo lugar para correr, andar de bicicleta e patinar / Nowadays, with flat and wide tracks, the park is an excellent place for running, cycling and skating.

Até o começo dos anos 90 era apenas um lixão e depósito de lama à margem do Rio Pinheiros. Quando foi inaugurado, em 1994, as árvores eram recém plantadas e o parque era praticamente um descampado nada agradável, sem sombras, apenas com concreto e arbustos.

Until early 90’s the place was a dump and mud deposit by Pinheiros River. Upon its inauguration, in 1994, the trees were recently planted and the park was just a very unpleasant wilderness with no shadows, just concrete and a few shrubs.

 

 

 



Para um paulista é surreal chegar no fim de tarde de um dia de semana e ver as pessoas passeando na praia, jogando futevôlei, brincando, jogando – é, morri de inveja. E preciso dizer, se tem alguma coisa em que os cariocas são bons é em futevôlei. Fiquei besta com a perícia deles nesse esporte.

Puladinho

To a Paulista is unimaginable to walk on the end of a weekday and see people walking on the beach, playing foot-volley, playing stuff, running – yes, I was kinda envy about that. And I need to say: if there’s something the Cariocas are good at it is foot-volley. I was astonished with their skill in this sport.

Crianças correndo perigo / Kids in danger


Futevôlei... os caras jogam MUITOOOO! / Foot-volley... these guys OWN!

Checkmate

2 amigos jogam xadrez na varanda. Um terceiro amigo, o fotógrafo chato, se aproxima com a câmera para registrar as jogadas e tentar pegar um close interessante.

Um jogo de xadrez / A chess game

2 friends play chess in the house porch. A third friend, the stubborn photographer, comes in with a camera to record the game, trying to get an interesting close-up.

Cavalo negro em perigo / Black knight down

%d blogueiros gostam disto: