Tag Archive: ibirapuera


RED

 

Mais uma visita ao Auditório Ibirapuera. Dessa vez, com uma lente nova, 35mm f1.8. Porém, com o mesmo fascínio pelas cores fortes e vivas deste hall de entrada e, quando há algum evento ali, as cores do salão se misturam com silhuetas e reflexos de pessoas andando para lá e para cá e conversando enquanto aguardam o início do espetáculo, criando figuras e combinações bem interessantes.

Once again I visited Auditorio Ibirapuera (Ibirapuera Auditorium). This time I was using a new lens – 35mm f1.8. However, I still had the same fascination for the strong and vivid colors that fill the entrance hall and, with any event in the Auditorium itself, the colors mix with people’s shadows, silhouettes and reflexes, creating interesting figures and combinations.

 

O Maestro

A Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo foi o primeiro evento que fotografei num auditório. Temos que começar por baixo, então esse é um tipo de evento que não oferece muitos desafios de iluminação, que é sempre constante, nem de poisicionamento/enquadramento dos elementos no palco, já que todos estão sempre parados. Mas foi bom para ver como é o espaço de um auditório e circular pela plateia.

The Municipal Symphony Orchestra of São Paulo was the first event I shot in an  auditorium. We have to start humbly: this is the kind of event that won’t offer many challenges with lighting, which is always constant, and also positioning/framing of stage elements, that are all still. But it was good to get in touch with the ambiance of an auditorium and to walk through the audience.


Intervalo

Num intervalo de um espetáculo de música clássica, as cadeiras ficam vazias, apenas com alguns dos instrumentos apoiados. Tiro vantagem do fato de poder me aproximar o suficiente sem incomodar nem os músicos, nem a plateia.

The intermission of a classical music concert means empty chairs with just few instruments laid on them. It’s good that I can get close enough at this time, so I don’t bother neither the musicians nor the audience.


O Auditório Ibirapuera é bastante novo (foi inaugurado em 2005), mas apresenta grandes espetáculos. Tive a oportunidade de entrar lá e fotografar, a começar pelo hall de entrada, que tem uma obra de arte vermelha que mal cabe no campo visual, quem dirá numa fotografia.

The Auditorio Ibirapuera is new (opened for the public in 2005), but already hosts great shows. I had the opportunity of going in there to take some pictures, starting with the reception hall, in which a gigantic piece of artwork stands on the wall and barely fits the visual field, so it’s unlikely that it will fit in a single photograph.


Garis do lago

Pelo lago do Ibirapuera navegam estes sujeitos que são responsáveis pela limpeza das margens. Eles recolhem lixo e folhas mortas das plantas.

These men navigate over Ibirapuera Lake; they are responsible for cleaning the lake’s margins. They gather garbage and dry leaves.

 

 

 

Talvez por não ser o trabalho mais nobre do mundo, um desses homens achou bem ruim que eu estava tirando fotografias dele e reclamou. Bem, nem me importo. Será que estou perdendo a dignidade?

Maybe because it is not the noblest job in the world, one of these men didn’t like to see me shooting him and complained about it. Well, I don’t care. Am I losing my dignity?

A Duck!

Bedevere: What also floats in water?

Villager#1: Bread!

Villager#2: Apples!

Villager#3: Uh, very small rocks!

Villager#1: Cider!

Villager#2: Uh, gra…gravy!

Villager#1: Cherries!

Villager#2: Mud!

Villager#3: Churches! Churches!

Villager#2: Lead! Lead!

Arthur: A DUCK!

Crowd: Oooohh.

Bedevere: Exactly. So, logically…

Villager#1: If… she… weighs… the same as a duck….. she’s made of wood.

Bedevere: And therefore….?

Villager#2: A witch!

O Malabarista

Esse foi um cara que eu conheci no Ibirapuera enquanto passeava buscando fotos. Na verdade eu me interessei por um sujeito ensinando uma menina a andar de monociclo e fui fotografar a cena. Assim que me aproximei para pedir permissão para registrar a cena ele disse: “ah, espera um pouco que eu sei o que você vai gostar muito de fotografar!”. Foi então que ele pegou o monociclo dele, três malabares e começou a fazer um espetáculo circense particular! Achei muito difícil de fotografar isso. É muito rápido e eu, ainda todo desengonçado com os comandos da câmera, mal deixei algumas fotos em foco. No fim, tirei um retrato, agradeci e continuei meu passeio.

This was a guy I met at Ibirapuera Park while looking for interesting pictures. I was interested, actually, in a scene of a guy teaching a girl how to ride an unicycle so I closed in to shoot. As soon as I came closer to ask their permission to photograph he said: “oh, wait a second, I know what you will really like to shoot!”. Then he grabbed his unicycle, three clubs, and started a private circus show! It was very hard to shoot. It’s too fast and I was totally clumsy with camera commands, barely got one sharp picture. In the end I got his portrait, thanked him and kept on walking.



En Garde!!

Se tem uma coisa que eu nunca achei que fosse presenciar é um duelo entre esgrimistas. Estava passeando no Parque do Ibirapuera quando me deparei com o que eu acho que era uma aula de esgrima. E que lugar para se ter uma aula: com uma parede desenhada pelos OSGEMEOS. Pitoresco, e divertido de se ver.

If there’s something I never thought I’d see it is a fencing duel. I was walking around Ibirapuera Park when I came across what I think it was a fencing lesson. And in such a nice place to take a class: a wall drawn by OSGEMEOS. Picturesque, and pretty fun to watch.


Black Swan

Cisnes negros no lago do Parque do Ibirapuera.

Black swans at Ibirapuera Park’s lake.

Cisne e peixes / Swan and fishes

Cisnes / Swans


 

%d blogueiros gostam disto: