Tag Archive: streets


Estava participando de uma “saída fotográfica” na região da Luz/Bom Retiro.

Quando estávamos fazendo o contorno no Parque da Luz para o nosso destino final na estação, vi um maninho se aproximando e se preparando para pular uma corrente. Mirei a câmera nele e tirei uma foto horrorosa, borrada e com fotometria toda errada. Um fiasco.

Luz1

Ele foi se aproximando de mim, e pensei “pronto, arrumei confusão com um cara que não gostou que eu tirei foto”. Ao se aproximar ele começou a falar algumas palavras ininteligíveis, até a hora que ele falou “filma aqui, filma aqui!”. E começou a fazer uma cantoria, muito animado.

Aí então comecei a tirar uma série de fotos, vendo que ele estava à vontade em frente à câmera. Ele terminou, pegou um trocado e foi embora rapidamente. Nunca vou saber o nome desse sujeito, nem o que ele estava fazendo ali com sua caixa de feira na mão.

DSC_0694 BW

Luz4

Luz5

Luz6

Anúncios

Júlio Prestes

Cenas urbanas de São Paulo.

Urban scenes in São Paulo.

Portão listrado

Mais um portão como pano de fundo para pessoas passando. Acho que assim cria-se um cenário absolutamente simples, em que todos os elementos desnecessários do ambiente são descartados e restam apenas os sujeitos de interesse, que são as pessoas andando, com suas expressões e atitudes, e nos resta apenas perguntar quem são, para onde vão.

Once again I use a simple gate as the background to people walking. I guess this way the scenery becomes absolutely simple, and all unnecessary elements are taken away. Hence, just the subjects are highlighted: these men walking, with their facial expressions and attitudes. We have no other point of interest, and we only have to ask who they are and where they’re going to.

Fotos aleatórias nas ruas

Menina correndo para atravessar a rua à noite. / A girl running while crossing the street at night.

 

Prédios do centro de São Paulo. / Buildings at São Paulo's city center.

Homem aguarda sua vez de fotografar durante exposição no Centro Cultural Banco do Brasil. / A man waits for his turn to take pictures at the Centro Cultural Banco do Brasil (São Paulo).

 

Rio Maracatu

Um dia saí de um bar na Lapa, do Rio de Janeiro, frustrado que eu não consegui aproveitar um bom samba, quando me deparei com uma multidão na rua, assistindo um grupo de maracatu se apresentando. Peguei a câmera e comecei a disparar. Algumas ficaram boas. Tentei capturar movimento, cores e alegria, que eram exatamente os elementos que estavam ali dançando para mim.

One day I was leaving a bar in Lapa, Rio de Janeiro, frustrated that I couldn’t enjoy a good samba, when I faced a crowded street, where everyone was watching a maracatu group. I picked up the camera and started shooting. Some of the photos turned out to be kinda good. I tried to capture motion, colors and joyfulness, which were the elements that were dancing to me.

Bandinha na rua

Estava andando na rua e ouvi o som de uma fanfarra sendo tocada ao ar livre. Me surpreendi porque sinceramente eu não esperava encontrar essa cena em pleno cruzamento da Rua Oscar Freire com a Rua Haddock Lobo. Muito gentis, eles permitiram fotografias, que tratei de tirar em preto e branco (nova mania…).

I was walking on the streets when I heard the sound of a fanfare played in the open air. I was surprised because I honestly didn’t expect to find this scene at the crossroads between Oscar Freire and Haddock Lobo streets (in São Paulo). They were very kind to allow me to take some pictures of them; I then shot in black and white (my new craze).

Augusta

Imagens da Rua Augusta. Usei um reflexo em um espelho para dar uma simetria assimétrica nas cenas. Será que foi uma boa ideia? Agora parece, pode ser que eu olhe para essas imagens um dia e as veja como uma grande porcaria…

Pictures from Augusta street (São Paulo). I used the reflection in a mirror to create a non-symmetrical-symmetry in the scenes. Was it a good idea? It seems like it was, at least it is how I appreciate it now. I may look back at these picturse some other day and realize that they are actually just crap.

 

O Bairro de Santa Teresa é famoso por seus bondes amarelos que ainda trafegam pelas ruas de lá. É um passeio legal de se fazer, como turista, e é ridiculamente barato (60 centavos a passagem). Também funciona como meio de transporte para os moradores do bairro.

Santa Teresa neighborhood is famous for its yellow cable cars that still run travel through the streets. It is a very nice trip to do as a tourist, and it is ridiculously cheap (60 BRL cents to go up or down). It also works as a way of transportation to the neighborhood residents.

Bonde passando sobre os Arcos da Lapa. / Cable car passing on Lapa's Arches.

E os moradores de lá ainda descem com o bonde em movimento. Não que seja muito perigoso, alguém correndo se movimenta mais rápido que o bonde andando.

The residents drop down from the cable car while it’s still moving. It’s not that risky, someone running would be faster than the car in motion.

Morador de Santa Teresa pronto para descer do bonde em movimento. / Santa Teresa resident ready to drop down from the cable car in motion.

Ao entardecer e à noite o bonde fica ainda mais charmoso, iluminado pelas luzes amarelas das ruas.

At dusk and at night the cable car becomes even more charming, lightened by the yellow light on the streets.

 

 

 

Pontos

Três pontos de ônibus em lugares bastante diferentes, mas que no fim das contas servem o mesmo propósito.

Three bus stops at very different locations, but that, in the end, serve the same purpose.

Vila Leopoldina - São Paulo

Guarulhos - SP

Alto da Boa Vista - Campos do Jordão

Cão e o osso

Eu não sei por que essa cena me atraiu. Talvez pelo fato do cachorro estar vestindo um suéter, mas isso não é nada novo. Ou então porque é um cachorro de suéter devorando um osso. Realmente não sei, mas essa cena me chamou a atenção e eu fotografei.

I’m not really sure of why this scene captured my attention. Maybe because of the fact that the dog was wearing a sweater, but there ain’t nothing new about this. Maybe it’s because it’s a dog in a sweater devouring a bone. I really don’t know why, but this scene has captured my attention, so I shot it.

%d blogueiros gostam disto: